Artigos

Mudanças e Quebra de Paradigmas

Escrito por Carlos E. Borges.

mudancasO que é um paradigma?

Paradigma pode ser definido como um “modelo”.
Em uma definição mais complexa Wills Harmom define paradigma como:

Conjunto de regras e regulamentos (explícitos e não explícitos) que fazem duas coisas: (1) estabelecem limites ou fronteiras; (2) nos dizem como devemos nos comportar dentro destes limites de forma a sermos bem sucedidos.

No mundo corporativo, paradigmas são as fronteiras dentro das quais o sucesso deve ser construído e as soluções para os problemas devem ser encontradas.

Assim, paradigmas são limites de possibilidades, são verdades que se fixaram na mente e indicam um jeito de ser, viver ou fazer as coisas. Observe algumas coisas que tempos atrás foram tidas como improváveis, ou mesmo impossíveis:

"Mulheres sensíveis e responsáveis não querem votar" (Grover Cleveland, em 1905);
"Quem será o louco que vai querer ouvir atores falando?" (Harry Warner, Warner Brothers Pictures em 1927);
"Eu penso que existe um mercado mundial para apenas cinco computadores" (Thomas Watson, chairman da IBM, em 1943).

Os paradigmas, portanto, ao mesmo tempo em que estabelecem os limites e referenciais de segurança pessoal e institucional, podem se transformar em bloqueios para projetos que beneficiariam milhares de pessoas.

Tudo muda!
Tudo muda. Não existe ser vivo que não mude ou não se mova. A mudança constante é a essência de toda a existência. O presente transforma-se em passado e ambos determinam o futuro.


Alguns a serem considerados mediante as mudanças:

1. Liderar mudanças implica em enfrentar resistência

Nossos modelos mentais têm um mecanismo interno de autopreservação. Esse "sistema imunológico" se encarrega de impedir a mudança, tentando por todos os meios conservar o equilíbrio, mesmo quando esse equilíbrio causa sofrimento.
Mudanças não são simples, requerem sempre algum tipo de esforço, além de trazerem insegurança e até mesmo desequilíbrio.

2. Liderar mudanças implica em administrar conflitos

A liderança requer que se tenha uma ampla compreensão das coisas novas no contexto das velhas; colocando de uma maneira mais simples, um líder deve prever o que irá ocorrer mediante mudanças implementadas.
Líderes inovadores serão sempre desafiados por aqueles que defendem e protegem o jeito tradicional de fazer as coisas. Uma boa investigação revelará que, normalmente, os que mais ferrenhamente defendem o tradicional, são os que mais se beneficiam dele.

3. Liderar mudanças implica em promover desconfortos

Jesus liderou em tempos de grandes mudanças. Algumas destas trouxeram grande desconforto, além de confrontarem pessoas e os seus posicionamentos pessoais e religiosos:
- Ele curou no sábado;
- Comeu com pecadores e cobradores de impostos;

Jesus, porém, amou seus perseguidores, quebrou paradigmas e estabeleceu a sua igreja.

Todo processo de revitalização passa por conservação, por restauração, mas também por quebra de paradigmas. Esteja preparado!