Artigos

Os 500 anos da Reforma Protestante, que abalou o mundo

Escrito por MÍRIAM LEITÃO.

POR MÍRIAM LEITÃO
02/01/2017 10:35

Ancelmo Gois me pediu para escrever um texto sobre a Reforma Protestante e o publicou na coluna do primeiro dia do ano. O momento em que Martinho Lutero rompeu com a Igreja Católica e iniciou a Reforma está completando 500 anos em 2017. É, sobretudo, um fato laico porque provocou profudas transformações na sociedade da época. Abaixo o artigo:

Realizado: Café com Pastores do PMCP

Escrito por Rev. Paulo Cesar Tomaz.

IMG 20151123 090346385

Segunda-feira, dia 23 de novembro, membros do Presbitério Metropolitano de Campinas estiveram reunidos para um café da manhã de confraternização pelo encerrando do segundo semestre de 2015. O café ocorreu em uma cafeteria, no bairro São Bernardo, em Campinas. Participaram do momento de comunhão 11 pastores e 01 presbítero. O evento foi marcado pela presença do Rev. Carlos Henrique Machado, diretor do Seminário Presbiteriano do Sul (SPS), que trouxe uma proveitosa meditação na Palavra de Deus, com leitura no livro de Atos dos Apóstolos. O Rev. Carlos Henrique salientou a importância da Igreja e sua unidade como corpo de Cristo, a qual é edificada e consolada por meio do Espírito Santo.
Agradecemos a presença de todos.


Rev. Paulo Cesar Tomaz
Secretaria de Estudos Pastorais do PMCP

Guilherme Gama é Campeão Brasileiro de Boxe Chinês!

Escrito por Ricardo Rennó.

O diácono da Igreja Presbiteriana Vila Formosa (congregação), Guilherme Gama, sagrou-se CAMPEÃO BRASILEIRO DE BOXE CHINÊS! Deus seja louvado. Todos nós ficamos muito felizes com sua vitória, Deus o abençoe! Sua vitória é nossa também!

Rev. Ricardo Rennó

31 de outubro: Dia da Reforma Protestante

Escrito por Cleberson Ricardo Flois Moura.

95-tesis-martin-lutero“... edificarei a minha igreja...”

As palavras acima são de Jesus. Foram extraídas do conhecido diálogo entre ele e Pedro (Mt 16.16-19). Tão importante quanto discutir as questões envolvidas nesta narrativa – e a narrativa suscita discussões acaloradas, sobretudo entre católicos romanos e reformados ou protestantes – é destacar que quem edifica a igreja é o próprio Cristo. Ele é o agente principal. Nós somos vocacionados, isto é, chamados a participar do processo com nossos dons e talentos. Já imaginou se todo o peso estivesse sobre nós? A igreja, certamente, não teria durado tanto tempo.